Consultório Técnico


por Fabrício Samahá


Turbo, veneno e legislação


Gostaria de saber que alterações são permitidas no motor pelo novo código de trânsito. Fui informado por um policial rodoviário que a utilização do turbo é permitida desde que não se troque o motor. Mas li em vários artigos que o uso do mesmo é proibido... Gostaria de saber até que ponto o turbo, aspirado, comando e nitro são permitidos.

Ricardo T.
São José dos Campos, SP


Sou proprietário de uma Saveiro com kit turbo e gostaria de saber sobre a legalidade do equipamento e se possível a legislação a respeito.

Roberto Guimarães
cobexec@uol.com.br
Taubaté, SP



Nada há na legislação de trânsito que se refira ao turbocompressor ou a outros componentes de preparação. O art. 98 do novo Código de Trânsito apenas proíbe modificações nas características de fábrica do veículo "sem prévia autorização da autoridade competente", sujeitando os infratores a multa e à retenção do veículo até a regularização. A interpretação da norma pelos Detrans é polêmica, mas o de São Paulo já permite a legalização de carros preparados e turbinados.

É preciso submeter o carro a uma vistoria técnica, num centro credenciado pelo Inmetro -- Instituto Nacional de Pesos e Medidas, que atestará se o veículo mantém um bom padrão de segurança e está de acordo com as normas de emissões poluentes. Nível de ruído, altura da suspensão (cuidado com as rebaixadas!) e espaços de freada também são avaliados. O custo é de R$ 140.

O Inmetro aponta três centros credenciados no estado de São Paulo: Cata (Centro de Avaliação Técnica Automotiva), fone (011) 218-0317; Cetra (Centro de Engenharia de Trânsito), fone (011) 3824-0725; ambos na capital; e Cetem (Centro Técnico de Engenharia), fone (014) 223-8412, em Bauru.

Então se deve requerer novo Certificado de Registro e Licenciamento, conforme o art. 123, inciso III do Código. Nele constará a nova potência e pode constar ou não a presença do turbo. Para a aprovação da mudança é indispensável que se apresentem as notas fiscais dos equipamentos e da mão-de-obra, bem como um relatório das modificações. Entre vistoria e documentação perdem-se de 10 a 30 dias, de acordo com o Detran.



Volta ao Consultório Técnico

Volta à página principal


© Copyright 1998/1999 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados